Mais Sobre Mim

Como  Advogado, tenho aprofundado a minha investigação e prática na área da Reestruturação, Recuperação e Insolvência de Empresas e Pessoas Singulares. Relação que tenho condensado ao longo dos anos com o apoio de uma excelente equipa de trabalho levando a que, sempre que posso, publique livros e artigos sobre a temática.
Não obstante exercer noutros ramos do direito, costumo dizer que tenho um casamento especial com a recuperação e reestruturação financeira de pessoas singulares e empresas, na qual desenvolvo e partilho grande parte da minha actividade como advogado e consultor.
Experiência profissional  que partilho neste site e no qual consta, de forma abreviada, o que escrevo e tenho feito ao longo dos anos dando a conhecer o que faço, em conjunto com uma equipa multidisciplinar de excelentes profissionais (advogados, economistas, gestores  e psicólogos), que diariamente me ajudam. Sem eles, não conseguiria concretizar elevadas responsabilidades.
Cada processo que assumimos não é apenas mais um processo que, um dia, será decidido na solidão e anonimato de um gabinete de um juiz. Cada conjunto de papeis decidido na solidão e anonimato de um gabinete de um juiz. Cada conjunto de papeis que encerra um processo de recuperação de uma pessoa singular ou de uma empresa, é uma vida fragilizada que se condensa e se pretende solucionar. A grande maioria das vezes, impõem-se recuperar a dignidade – seja uma empresa ou pessoa singular pois, por detrás de uma empresa que encerra ou se recupera, estão pessoas.
Todos merecem que, pelo menos uma vez, se olhe para si com valor  – imperativo moral que deve ser acolhido com ou sem a justiça dos tribunais, sem a burocracia dos papeis e, sobretudo,  contra a ignorância e insensibilidade.
Como repito tantas vezes: “…Um passo de cada vez e, sem querer, caminhar e encontrar sabedoria para encarar a realidade…”.
Sobretudo, é preciso tirar os olhos dos papeis, que apenas reflectem aquilo que se quis escrever, e ampliar a nossa visão para além da imagem.
Quero acreditar que, nesta vida, tudo ou quase tudo,  tem solução…

Luís M. Martins